CORREÇÃO DO ESTRABISMO

O estrabismo é basicamente um desvio de um dos olhos em uma posição incorreta, fazendo com que a pessoa estrábica não consiga alinhar os eixos da visão em um mesmo ponto ao mesmo tempo.

A maioria dos casos começa na infância, porém nada impede que um caso de estrabismo apareça durante a fase adulta. O estrabismo pode também acarretar alguns problemas psicológicos, afetando a autoestima da pessoa com essa patologia oftalmológica, além de prejudicar as relações sociais e afetivas, podendo até ter um impacto na sua vida profissional, visto que as aparências têm uma grande importância na sociedade contemporânea.

Normalmente as pessoas estrábicas não apresentam sintomas de qualquer tipo, porém alguns estrábicos podem apresentar dores de cabeça, cansaço ou dores nos olhos durante as atividades que exigem um determinado grau de esforço da estrutura ocular.

Existem alguns tipos diferentes de estrabismo, entre eles podemos citar:

Esotropia: Quando os olhos convergem para dentro

Exotropia: Quando os olhos são desviados para fora

Desvio vertical: Quando um dos olhos fica posicionado mais acima ou abaixo do outro.

O tratamento pode variar dependendo do tipo e do grau do estrabismo, sendo que alguns necessitam somente do uso de óculos e outros de uma cirurgia específica de correção do estrabismo. Atualmente também pode ser feito um tratamento com toxina botulínica para corrigir o estrabismo.

Para saber qual é o tratamento mais indicado, procure um médico oftalmologista.