Ptose: causas, sintomas e tratamentos

Ptose palpebral é o termo médico utilizado para a queda da pálpebra superior, seja unilateral ou bilateral. Além de causar desconforto estético, este problema pode dificultar a visão e impedir o desenvolvimento dos olhos, que deixam de ser estimulados.

A Ptose pode ser congênita, quando a criança nasce com a ptose, ou adquirida na fase adulta. Geralmente a ptose adquirida é causada por patologias, como a miastenia grave, a lesão do nervo oculomotor ou a síndrome de Horner.

O aspecto estético é o sintoma inicialmente notado, além disto, o indivíduo com ptose tenta compensá-la com a elevação do queixo, adotando uma postura inadequada. Os pacientes também costumam relatar a dificuldade de visão.

O tratamento da Ptose é realizado através de procedimento cirúrgico. Apenas um médico especializado poderá indicar a melhor técnica e orientar o paciente sobre os benefícios e riscos do tratamento.

Ao apresentar qualquer sintoma, procure um médico especialista. Se desejar, você poderá entrar em contato com o Dr. Roberto Limongi.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *